• MOSTB Editora

Treinamento e Desenvolvimento Organizacional


Se estamos falando em globalização para o recrutamento, nos vemos quase que na obrigação de falarmos também sobre o desenvolvimento através do treinamento contínuo.

Treinar e Desenvolver pessoas tem como principal finalidade: adequar as pessoas ao cargo, a política e cultura da empresa; proporcionar um melhor ambiente de trabalho, onde as pessoas possam respeitar-se mutuamente; reciclar e passar conhecimentos; preparar pessoas para serem remanejadas, troca de setor ou mesmo promoção, etc. A abrangência do T&D está em desenvolver melhores processos focados na competitividade, na melhoria da qualidade e consequentemente na visão de atingir a excelência naquilo que se oferece e com isso melhores ganhos. Como o próprio título desse projeto cita O papel do T&D é coordenar e desenvolver processos, completando as mudanças. E mudanças nem sempre são bem vistas e somente uma proposta de esclarecimento, que se aparece após treinar, que se obtém uma avaliação do processo com eficiência.

Educar dentro de uma cultura organizacional é investimento e não gasto, pois se entendepois entende-se que essa lapidação faz com o novo colaborador produza mais e cada vez melhor.

Dessa forma é importantíssimo que gestores compreendam que: O Treinamento está voltado para o condicionamento do colaborador na execução de suas tarefas com habilidade e técnica. Com o treinamento qualquer pessoa melhora sua capacidade de executar das mais simples tarefas as mais complexas; principalmente se esse indivíduo possuir talento nato.

Podemos dizer ainda, que o treinamento refere-se ao aumento ou reciclagem de conhecimento. Desenvolver é o mesmo que aprender a fazer melhor e com qualidade. Para corroborar com essa visão vemos a citação dos autores sobre Desenvolvimento, Milkovick e Bourdreau (2000) Desenvolvimento é Aperfeiçoar como capacidades e motivações dos colaboradores a fim de torná-los futuros valiosos da organização.

E se estamos falando sobre Treinar e Desenvolver é hora de lembramos as diretrizes do COMPASS, quando se refere que empresas em todo mundo deve treinar seus colaboradores para a gestão nas sustentáveis nas organizações, tornando-os multiplicadores da sustentabilidade e ações conscientes também fora para uma empresa.

O que é sustentabilidade?

A sustentabilidade é um conceito e surgiu coma necessidade de se aplicar o desenvolvimento sustentável ". Embora o termo desenvolvimento sustentável tenha se tornado conhecido em meados da década de 1970, foi em 1992 que um tratado foi criado internacional foi formalizado.


Em termos gerais, o termo sustentabilidade corporativa, refere-se à influência de uma empresa em três áreas: o meio ambiente, a sociedade em que atua e seu impacto econômico. Tradicionalmente, a linha de fundo de uma empresa é medida em termos de sucesso financeiro, o que pressupõe que o setor privado deve desempenhar um papel importante na criação de uma melhor qualidade de vida.

Uma empresa que abraça a sustentabilidade está, portanto, conseguindo duas

coisas:

• está garantindo que o efeito líquido de seus produtos e processos não tenha um impacto negativo no meio ambiente ou

sociedade - a chamada "pegada zero";

• está garantindo que a empresa opere de forma a melhorar o meio ambiente e a sociedade dentro das suas áreas de influência.

Para a maioria das empresas, existem duas complexidades particulares:

• o que a sustentabilidade significa para a própria empresa em termos de operações, ou seja.

como a empresa traduz tratados globais e metas nacionais em medidas que são significativas para seu próprio negócio?

Bom, não há nenhuma maneira padrão para as empresas transformar teoria em realidade. Definições de mudança de sustentabilidade requer análises das ações, medições e correções práticas para que possa haver modificações concretas voltadas para a preservação real do meio ambiente.

Em 1994, o Governo do Reino Unido foi um dos primeiros a responder à Cúpula da Terra

foi lançado em maio de 1999, lançando um livro com as seguintes responsabilidades:

Uma melhor qualidade de vida deve conter quatro objetivos-chave para desenvolvimento no Reino Unido:

• Progresso social que reconhece as necessidades de todos;

• Proteção eficaz do meio ambiente;

• Utilização prudente dos recursos naturais;

• Manutenção de níveis elevados e estáveis de crescimento económico e emprego.

A fim de identificar as principais atividades que cumpram estes objetivos, e medir o progresso em direção a eles, o livro estabeleceu quatorze Indicadores principais.

Os indicadores ambientais e de recursos naturais para uma melhor qualidade de vida incluem:

• emissões de gases de efeito estufa

• dias em que a poluição do ar é moderada ou alta

• rios de boa ou qualidade justa

• populações de aves selvagens

• desperdício que levanta e gerência.

Além disso, os indicadores sociais e econômicos incluem a proporção das pessoas em idade ativa que trabalham e vida saudável.

Cada indicador principal é acompanhado por um texto descritivo, no total, existem mais de 150 sub-indicadores.

Estes temas principais indicam claramente que o governo considera um do Reino Unido observa uma combinação de fatores econômicos, sociais e ambientais para se criar a qualidade de vida tão desejada.

Bom, nunca foi tão oportuno falar sobre “Sustentabilidade e Preservação do Meio Ambiente. Esperamos com isso alertar, instruir e fazer multiplicadores conscientes.

Linda Borges


#susutentabilidade #preservaçãorealdomeioambiente #compass2030 #mostbeditora #editora100%digital

ANUNCIE


FORMAS DE PAGAMENTOS

SAC - PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

 

REPRESENTANTES

​© Copyright 2010/2019 - Todos os direitos reservados www.mostb.com