mostb editora                                                                                                     Revista Digital               mostb editora                                                                                                    
 
  • MOSTB Editora

The American Journal of Medicine defende tratamento preventivo para COVID

Atualizado: Jan 31

A mostb.com checa as informações antes de serem repassadas. Levamos a sério o compromisso com a verdade e a responsabilidade social e ambiental.

O texto que segue é uma compilação exata das informações postadas no site do Ministério da Saúde do Governo Brasileiro e ainda do site https://www.amjmed.com.


Para os profissionais de saúde e mesmo os que querem maiores comprovações sobre esse artigo/estudo apresentado pelo The American Journal of Medicine segue link aqui

_______________________________________________________________



"O renomado The American Journal of Medicine, jornal oficial da Alliance for Academic Internal Medicine, traz em sua primeira edição de 2021 um estudo que comprova a eficácia do tratamento precoce na evolução da Covid-19.

A publicação afirma que, através da medicina preventiva e tratamento precoce, é possível evitar o agravamento do quadro clínico dos pacientes e diminuir a quantidade de internações em hospitais, assim como a evolução dos pacientes para UTI. O artigo desta sexta feira,(01) reforça a importância do tratamento precoce, defendida pelo Governo Federal, como uma recomendação no combate ao coronavírus.

A instrução publicada em forma de artigo científico cita o sucesso em combinar antivirais e vitaminas, citando inclusive, o zinco, a azitromicina e a hidroxicloroquina, amplamente utilizadas no protocolo do Governo Federal no enfrentamento à pandemia.

O Brasil é líder mundial em relação ao número de pacientes recuperados da Covid-19 e esse fator é resultado das ações do Ministério da Saúde em resposta à pandemia. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, enfatiza a importância do tratamento precoce aos primeiros sintomas de Covid-19, como medida para aumentar as chances de recuperação e diminuir a ocorrência de casos mais graves da doença. “Fica cada vez mais claro que o manejo do paciente precisa ficar escrito nas orientações do Ministério da Saúde, que ele deve imediatamente procurar o médico para o diagnóstico clínico por meio de exames laboratoriais”, pontuou Pazuello.

O ministro defende que o paciente precisa de acompanhamento médico durante todo o tratamento para que seja possível identificar o período correto para realização de cada tipo de teste e para cada procedimento, considerando o estado clínico. A política de atuação no tratamento precoce tem sido reforçada pelo ministro. “Entendemos que nós não deveríamos deixar as pessoas em casa aguardando uma falta de ar, por exemplo. Se fizéssemos isso, nós estaríamos aumentando o risco de morte em percentuais que não tem comparação”, afirma.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, destaca que essa atitude visa salvar vidas. “Essa conduta precoce pode evitar complicações da doença e garante o acompanhamento médico oportuno que o paciente necessita para que não precise de leitos de