mostb editora                                                                                                     Revista Digital               mostb editora                                                                                                    
  • MOSTB Editora

Solidariedade ou peso na consciência.

Olá a todos! Talvez ao lerem esse texto muitos terão uma reflexão positiva, mas outros tantos ficarão indignados ou até mesmo me julgarão.



Porque estou falando tudo isso? Eu sou boa no que faço, sem falsa modéstia. Escrevo e falo bem em público, mas sou péssima em lives. Gosto dos olhos nos olhos e ainda não me adaptei com essa coisa de olhar para uma câmera. Então preferi escrever, mas se alguém quiser conversar em video conferencia, estou a disposição.

Bom, eu já mencionei aqui, algumas vezes, que trabalho com consultoria de desenvolvimento empresarial, tiro ideias do papel e as coloco em prática. Não sou famosa e nem pretendo, gosto mesmo estar nos bastidores, daqui, do meu escritório, muitas vezes sozinha e de madrugada (como agora) que minha mente trabalha incansável, traçando estratégias para melhorar, não a minha vida, eu já estou onde eu gostaria de estar, mas penso em como melhorar a vida do outro.

A dois dias, hoje dia 17/04, eu lancei uma campanha para colocar um site de vendas na rede, um app que tem como missão ajudar artesãos que precisam das feiras livres para vender seus produtos. Ajudar vendedores autônomos e até lojistas. A dois dias, minha equipe tem disparado e-mails, feito posts (detalhe... temos como controlar quem lê, pois, somos uma editora digital e temos hoje 73% de aproveitamento dos nossos mailings).

Mas a nossa ação de arrecadação através da nossa vakinha que vai nos ajudar a uniformizar motoboys e manter os salários de pelo menos 20 colaboradores diretos pelo período de 6 meses. Que vai nos ajudar a alugar uma casa, onde funcionará como depósito para despacho das mercadorias com embalagens padronizadas... Enfim, fazer o negócio acontecer não apenas por um período, mas que seja de forma contínua e crescente... e olhando para a nossa vakinha que está com apenas R$180,00 dos R$ 139.000,00 que foi o cálculo que fizemos para dar um start nesse projeto... Diante esse cenário fiquei reflexiva. Estou fazendo algo errado? Não estou sendo transparente o bastante para que as pessoas possam nos ajudar a não deixar 90 famílias entrar na linha da pobreza?

E ainda me perguntei... Será que só eu enxergo que doar cestas básicas não vai adiantar NADA a longo prazo para essas famílias. Principalmente porque cesta básica não compra: remédios, roupas, sapatos, não permite que o individuo possa comprar o nem seus próprios chinelos.

Então me veio a seguinte conclusão... Eu percebi que doar cestas básicas é a maneira mais fácil de muitos sentirem menos culpados por termos uma casa confortável, carro na garagem, dinheiro no banco e principalmente, ainda com a crise podermos comprar o que quisermos e pensarmos até mesmo na próxima viagem ao exterior. Não gostou da minha conclusão? Então qual é?

Eu gostaria que você, que está lendo esse texto, independente de ser um empresário, ou não... reflita."Você, ao fazer uma doação de cesta básica, acredita realmente que está ajudando alguém a ter uma vida mais digna? Ou, eu estou certa... é mais comodo para você, e a sua consciência pesa menos. "Oh! Eu doei 100 cestas básicas."

Reflita novamente cima da frase "O trabalho dignifica o homem"só serve para quem tem dinheiro no banco e a usa para arrotar grandeza quando diz "Eu venci por que trabalhei duro" Ok! Eu te pergunto... Quantas cestas básicas você ganhou para pagar a sua faculdade, ou a sua dívida no banco? ou... Quantos sacos de 5K de arroz você levou até a farmácia para pagar o remédio do seu filho?

Gente! Eu só estou tentando dar emprego para quem quer trabalhar. Me ajudem a ajudar essas pessoas de forma concreta e digna.

Nesse momento social que estamos enfrentando, não apenas no Brasil, mas mundialmente, a direção dessa empresa decidiu pela seguinte ação: Artesãos e Microempreendedores Individuais, Vendedores Autônomos. Entrem em contato conosco, você tem um espaço especial em nossa plataforma.

Lojistas e empresas consolidadas também, desejamos vocês conosco, para isso temos uma proposta vantajosa para que vocês continuem atendendo seus clientes e fazendo suas vendas de forma segura.


Para doações acesse: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/my-shopping-online

Linda Borges - CEO -

12 98105-0908


www.mostb.com

www.myshoppingdigital.com


#solidariedade #ajudasocial #mostbeditora #editoradigital


​© Copyright 2010/2020 - Todos os direitos reservados www.mostb.com

São José dos Campos. São Paulo. Brasil