• MOSTB Editora

INCLUSÃO

Alguns se referem como “Profissionais com Habilidades Especiais” outros “Profissionais com Necessidades Especiais” ou como está na Lei artigo 4º do Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999 “Profissionais com Deficiência” e que se caracteriza como: Física, Auditiva, Visual, Mental ou Múltipla.


Mas o que realmente buscamos e independente da designação dada a esses profissionais, é informar os direitos que desses profissionais e as obrigações que as empresas devem cumprir no seu staff de contratação.


Como apresentado no quadro ao lado, as empresas possuem cotas exigidas por lei e que devem ser seguidas, e para que essas sejam cumpridas, a fiscalização e conscientização do próprio RH se faz necessário.


Se você ainda não cumpri essa exigência e direito desses profissionais, adeque a sua empresa.


Hoje você pode não fazer parte de um deles, e, por essa razão não se importar, mas amanhã, um filho, um parente, um amigo, ou mesmo você poderá estar em uma dessas situações.


Conscientização é Atitude!


A empresa com 100 (cem) ou mais empregados deverá preencher de 2% a 5% por cento dos seus cargos, com beneficiários reabilitados ou pessoas portadoras de deficiência habilitadas, na seguinte proporção:

I – até 200 empregados 2%;

II – de 201 a 500 empregados 3%;

III – de 501 a 1.000 empregados 4%;

IV – de 1.001 em diante 5%.


Texto Equipe SetoRH

Revista SetoRH Para Uma Melhor Gestão de Pessoas. 40ª Ed.

Imagem: Banco de Imagem internet

ANUNCIE


FORMAS DE PAGAMENTOS

SAC - PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

 

REPRESENTANTES

​© Copyright 2010/2019 - Todos os direitos reservados www.mostb.com